3.11.10

All of which is to say you’re not necessarily hemmed in by realism, or naturalism of any kind. This is a field that combines, on the one hand, the novel and the poem and the slogan and the news story, and on the other hand every stop from pointillism to cave painting. Understand comics as the marriage of word and picture, as simple as that, and you’ll get a sense of how broad the medium’s reach really is.
Como é a vida na Estação Espacial Internacional?
Teleporte-se ao acaso pelo mundo do Google Streetview com o MapCrunch.

23.10.10

But I'm not a politician, scientist, engineer or financier. I'm just a visionary novelist. I can advocate some things and maybe increase some public awareness of things. Practically speaking, I am not a major actor in this old, colossal, dreadful story. I am just a talkative artist, someone who can smell that future coming. I do smell it. I smell it every day. It smells like your home, on fire.

13.10.10

Departamento de Aquisições

A temporada de aniversário já começoi.



1.10.10

A Idiot's Books publica livros bastante peculiares e divertidos - disponíveis integralmente na rede e que vão lhe ocupar poucos minutos. The Baby is Disappointing é particularmente divertido. (Queria ter pilhas para quem insiste que seu bebê igual a todos os outros é megafantástico.)

26.9.10

O Times selecionou algumas das suas páginas de opinião dos últimos quarenta anos e a Paris Review disponibilizou seu arquivo de entrevistas.

Admitamos: foi para fazer coisas assim que estudamos jornalismo.

17.9.10

A Slate está publicando uma série sobre com a interação entre pares dá origem à criatividade. A primeira dupla analisada é de músicos pop.

14.9.10

Anúncios de cigarros e bebidas alcoólicas japoneses do final do século XIX ao meio do século XX. O do cavalo voador é o mais genial de todos.

13.9.10

You think I'm stupid. You think I'm immature. You think I'm a malformed, pathetic excuse for a font. Well think again, nerdhole, because I'm Comic Sans, and I'm the best thing to happen to typography since Johannes fucking Gutenberg.

11.9.10

Embora a versão da Disney seja a mais conhecida, Branca de Neve tem uma longa história.

9.9.10

Recado para o pessoal que pinga vodka no olho: dizem por aí que enema também funciona.

7.9.10

As entrevistas com William Gibson são sempre cheias de momentos de sabedoria profunda. Zero History, o mais novo livro dele, já disparou uma nova onda de entrevistas com o autor.

2.9.10

Essas fotos de chineses em frente as suas casas, supostamente com todas as suas posses, apela a nós, ocidentais cheios de coisas. Ter coisas é ter que cuidar delas, guardá-las, pensar nelas - a "carga cognitiva". E é mais da carga cognitiva do que das coisas que queremos cuidar.

Embora não seja particularmente apegado a coisas materiais - me desfaço de livros e roupas facilmente, hesito muito antes de comprar, detesto objetos com um só fim - quero muito ter as coisas certas. Desejo há anos um terno, o conjunto de jantar que foi da minha avó, alguns livros da minha infância, uma televisão que adio há meia década.

Como muita gente, tenho a fantasia de um mundo que caiba em uma mochila - de poder bater a porta e deixar minha vida para trás. Minha desculpa para não fazer isso é toda a estrutura médica necessária à minha sobrevivência. Se estou preso a ela, que diferença fazem algumas centenas de coisas a mais?

Qual é a sua desculpa?
William Gibson reflete sobre o papel do Google no mundo contemporâneo.

31.8.10

A técnica não vai em uma só direção, como indicam essas dez tecnologias que se perderam no tempo.

20.8.10

A pessoa mais isolada do mundo - até onde se saiba - é um índio de uma tribo desconhecida na Amazônia. Entre seus hobbies está cavar buracos.

9.8.10

Estou há mais de um mês sem celular e, sinceramente, me faz muito pouca falta. não que eu seja grande usuário - às vezes ele passa semanas sem tocar - mas viver sem o telefoninho é esse drama todo?

31.7.10

O experimento de Rosenhan confirma algo de que suspeitei desde o princípio.

30.7.10

Um comentário sobre os seis volumes de Scott Pilgrim. Além dos problemas usuais - como a insistência na questão da identificação - o autor conseguiu deixar de lado questões importantes da série.
Quem já puxou - ou tentou puxar - conversa com desconhecidos por conta da capa do livro que liam vai perder algo importante com os e-books.

25.7.10

Nós todos percebemos o cuidado com os figurinos em Mad Men. Já os cuidados com a linguagem são menos perceptíveis para quem não tem o inglês como primeira língua.
Woody Allen por si mesmo: um medíocre.

24.7.10

It is inevitable that we forget our Chinese characters unless we make a special effort to practice writing a few hours each week, and who has time for that?
Um texto velho - de 2004 - sobre porque os escritores param de escrever. Da New Yorker.

14.7.10

O Deputado Federal Zequinha Marinho criou um projeto de lei que proíbe a adoção por casais gays e que quer limitar a definição de família à necessidade de um casal heterossexual. Como sempre, a desculpa é proteger as crianças - de constrangimentos, de confusão e, imagino eu, de ganhar presente de Natal, ter tios, ser amada e tal e tal.

Xingue muito no seu twitter.

10.7.10

Traficantes estão misturando crack à maconha para viciar mais gente. Isso não aconteceria se a erva fosse legalizada.

7.7.10

Fazer pesquisa científica no Brasil é ainda mais difícil do que você imagina.

4.7.10

Legalizar a maconha pode ser organizado e lucrativo para o Estado, como mostra a experiência do Colorado.
Eye Candy:A arte de Akira.
Se eu morasse em San Francisco, estaria correndo agora para essa sorveteria.

2.7.10

Departamento de Aquisições





25.6.10

While nobody was paying attention, food quietly assumed the place in youth culture that used to be occupied by rock 'n' roll -- individual, fierce and intensely political, communal yet congenial to aesthetic extremes.

18.6.10

Atenas dá um aviso importante para quem se empolga com as Olimpíadas no Rio.

17.6.10

During the months after my father's debilitating stroke, his second wife divorced him, his bank accounts were emptied, his furniture disappeared, the cat ran away and a trio of booksellers purchased his book collection. When my father eventually regained his senses, he telephoned me with what really bothered him: "Where the hell are my books?"
Bruce Sterling, em uma entrevista sobre cidades.

16.6.10

15.6.10

14.6.10

Dia de Gibi Novo: The Push Man and Other Stories

Quando ouve-se falar em mangá, ouvimos dizer que há mangás sobre todos os temas e para todas as idades. Mas dificilmente vemos algo que não seja para o público infantil ou adolescente nas bancas ou livrarias - mesmo em edições americanas. The Push Man and Other Stories, de Yoshihiro Tatsumi, é um desses mangás que mostra a amplitude do gênero.

O volume coleciona histórias curtas publicadas no final da década de 1960. São histórias que ficam entre contos realistas contemporâneos e histórias de terror. O cotidiano se mistura a situações atrozes. Contos de assassinatos, prostituição e perversões sexuais são narrados de maneira melancólica e seca, tão sem sensacionalismo quanto os temas permitem.

O traço de Tatsumi é típico dos mangás da época: personagens caricatos e cenários extremamente detalhados. Os seus protagonistas parecem quase sempre seguir o mesmo modelo: um homem de trinta e poucos anos de feições brutas e olhos pouco inteligentes - um retrato convincente do homem comum que as histórias retratam.

Apesar da preferência por representar um mundo-cão, as histórias de The Push Man são muito interessantes. Tanto por seu retrato pouco espetacular do Japão de algumas décadas atrás quanto pela economia narrativa presente nessas histórias de oito páginas.

8.6.10

Viver de graça é o sonho freegan, mas ele parece dar muito trabalho.

7.6.10

Jack Chick é possivelmente o autor de quadrinhos mais lido no ocidente. Você conhce, mas não deve estar ligando o nome à pessoa.

4.6.10

Invasões soviéticas, plantações de papoula, fundamentalismo islâmico e ocupação americana fizeram o Afeganistão regredir décadas, como mostram essas fotos dos anos 50.

1.6.10

Usar a Internet e fazer várias coisas a mesmo tempo já são tão integradas à vida cotidiana que não fazê-los chama a atenção. Exemplos disso são o experimentos de se concentrar em uma coisa por vez durante um mês, se desligar da Internet ou fazer jornalismo totalmente offline.

30.5.10

Se você gostou de Canabalt, vai gostar de Exit Path
Citações dos primeiros cinco anos da Wired. Algumas parecem muito otimistas, outras prescientes, outras ainda absurdas. Mas quase todas dão algo para pensar sobre nosso presente.

26.5.10

Eu nunca cogitei a possibilidade de escolher minha comida em um cardápio infantil - talvez porque eles não existissem quando eu era criança, talvez porque eu sempre quis crescer logo. Chamá-los de "o fim da civilização" é um tanto hiperbólico, mas concordo com o princípio da afirmação.

24.5.10

Eu acho que já disse aqui que quem não vacina os filhos por medo ou porque é a modinha tem que tomar um monte de murros na cara. Essa história em quadrinhos esclarece o motivo.

22.5.10

Hoje completam-se trinta anos que a primeira máquina de Pac-Man foi instalada. Toru Iwatani, designer do jogo, reflete sobre sua criação.
Seja o príncipe da podre Dinamarca, em Hamlet, The Text Adventure.
Uma comparação entre a quantidade de açúcar em certas bebidas e o equivalente em guloseimas. Não é à toa que eu sempre disse que meu doce favorito é Coca-Cola.

19.5.10

Departamento de Aquisições



Um presente de Dia dos Namorados que chegou um tanto antes do tempo.

14.5.10

12.5.10

Laerte e Angeli, em cantos diferentes da cidade, no mesmo dia, na mesma hora.

Que merda!

7.5.10

Embora o acúmulo de exemplos sugira o contrário, o Power Point não necessariamente um mal.
Dar títulos a histórias é difícil. Por isso muitos autores recorrem a esquemas consagrados.

5.5.10

Você, junkie preocupado com o meio-ambiente, saiba que a maconha é a droga com menos impactos ecológicos. Observe, no entanto, que a grande parte dos impactos vem da sua ilegalidade.

4.5.10

Zentai é a mania tonta de vestir uma roupa de lycra dos pés à cabeça. A única possível vantagem disso que vejo é para pessoas feias, mas com personalidade fascinante.
Cindy Gallop é publicitária e tem um apartamento que exala luxo e poder.

2.5.10

O crítico Roger Ebert explica porque é contra a nova onda de filmes 3-D. Quando parece que todos os filmes dos próximos anos serão em 3-D, é difícil não concordar.

1.5.10

O uso de novos sensores e softwares compulsivos de diversos tipos têm registrado e tabulado toda espécie de dados sobre si mesmos. O resultado: respostas para perguntas que eles nem sabiam que tinham. Insights profundos que anos de terapia não conseguem.

29.4.10

Desde que ouvi falar da proposta de comida orgânica como o futuro da alimentação que essa idéia me incomoda: é impossível ter comida orgânica e sustentável para todo mundo. Por isso fico contente em saber que a agricultura industrial não só vem se tornando mais eficiente, como menos danosa para o planeta. Pensando nisso, o movimento em busca da simplicidade parece ainda mais elitista e hipócrita.

27.4.10

Hoje chegou às bancas das partes menos selvagens do país a revista Minha Casa, nova publicação da Editora Abril. Como o próprio nome já sugere, é uma revista dedicada à decoração e arquitetura, mas sem as extravagâncias financeiras de outros títulos semelhantes. O primeiro número custa só R$2,90 - os seguintes custarão R$4,90. Mas esse tem uma matéria minha.
O Verbete do Dia

Todo dia um verbete da Wikipédia para você ler e enrolar mais ainda. Hoje: Cambodian Cuisine
Sentir nostalgia por fitas cassete é, para mim, mais ou menos a mesma coisa que sentir saudades do Chaves: o produto nunca prestou, é só saudades do passado.
Dez coisas que nossos netos vão cansar de ouvir.

21.4.10

Brasília 50 anos.
O Verbete do Dia

Todo dia um verbete da Wikipédia para você ler e enrolar mais ainda. Hoje: Tiradentes.

20.4.10

A Biblioteca do COngresso Americano agora tem um arquivo permanente e completo do Twitter. Se você se pergunta "pra quê?", aqui está a resposta.
Departamento de Aquisições


(Obrigado, Érico!)
O Verbete do Dia

Todo dia um verbete da Wikipédia para você ler e enrolar mais ainda. Hoje: Urban Sprawl.
Neil Gaiman, em entrevista à Época, falando de O Livro do Cemitério.
Qual a diferença entre um diretor de tv e um de cinema? Os comentários dos leitores são particularmente interessantes.

18.4.10

O Verbete do Dia

Todo dia um verbete da Wikipédia para você ler e enrolar mais ainda. Hoje: Xerox Star.

14.4.10

John Cusack, o ator, é convidado do Boing Boing esta semana. Num de seus posts, ele fala sobre o animador surrealista Jan Švankmajer.
Antes de você enjoar de tudo relacionado a Alice, dê uma olhada nos originais ilustrados de Lewis Carroll.

13.4.10

Estou - pela quinta vez em seis anos - procurando apartamento. Dessa vez com cuidado particular. Na real, eu queria morar num desses prédios, ou desses ou no Copan. Mas cadê dinheiro? E essa nunca é a única dificuldade.
Um artigo muito interessante sobre como a cultura digital está destruindo a capacidade de pensar, o debate e a reflexão - alterando não só a maneira de consumir, mas também de criar informação. Embora eu tenha certa aversão a argumantos apocalípticos, não consigo negar os citados no texto de forma que me convençam. (O texto do outro lado tem a ver com a discussão sobre plágio que aconteceu aqui há algum tempo.)
Escritores têm hábitos estranhos.

12.4.10

Google: dez truques.
Departamento de Aquisições

No final de 1959, Richard Feynman fez uma palestra sobre os princípios do que viria a ser chamado "nanotecnologia". Você pode ler o texto completo, que tem oí genial título de There's Plenty of Room at the Bottom.

11.4.10

Monstros niponeses do século XIX.
Parallel Lines: cinco filmes de diferentes gêneros, com o mesmo diálogo, feitos paa vender a Ambilight da Phillips.
Uma perspicaz crítica dos infográficos que circulam pela rede.

8.4.10

Games clássicos atacam Nova York.
O cartunista James Sturm está se desligando da Internet por quatro meses e escrevendo sobre o assunto. Ele terá a oportunidade de descobrir algo que eu me pergunto com freqüência: como era a vida sem Internet. Eu acesso a Web desde 1996, com 17 anos, então nunca tive a oportunidade de experimentar a vida adulta sem rede. Infelizmente essa é uma experiência que não posso fazer: meu ganha-pão depende de conexão freqüente.

5.4.10

Mulher, conheça seus limites!
O chef Paulo Barroso de Barros, do Due Cuochi Cucina, escolheu os dez melhores restaurantes de São Paulo. Eu fui em quatro deles e três valeram muito o preço.
Em quê os filósofos acreditam?
Se eu morrer sem ir a Roma, esse panorama interativo da Capela Sistina me deixará mais tranqüilo no meu leito de morte.

3.4.10

1.4.10

No Camboja, na China e na Tailândia, você pode provar a típica culinária norte-coreana - com há difença há comida. O mais estranho é que os restaurantes são mantidos pelo governo de Kim Jong-il.
As maiores sacanagens que os videogames já fizeram. Até hoje me lembro do espanto com o final de Karateka.

28.3.10

Salve a humanidade em dez secundos em Run Jesus Run.

27.3.10

As chances de você ler Finnegan's Wake são mínimas. Não faça como eu e economiza dinheiro e espaço na estante e fique com essa versão na web.
Fatos como populações, PIBs, países mais ricos e pobres mudam quando você não está olhando. Atualize-se gradualmente com o mundo desde que você saiu da escola.
Você é narcisista? Segundo este teste, eu não sou.

20.3.10

Dia de Gibi Novo: Logicomix

Terminei ontem Logicomix - An Epic Search for the Truth, dos gregos Apostolos Doxiadis, Christos H. Papadimitriou e Alecos Papadatos. A graphic novel é uma biografia do filósofo e pacifista Bertrand Russell, centrada na sua busca pelas fundações da Matemática através da lógica. No caminho, ele passa por uma guerra mundial (a primeira) e conhece algumas das figuras mais importantes do pensamento do século passado, como Poincaré, Wittgenstein e Gödel.

A história - e o vislumbre das idéias na sua base - são muito interessantes, mas não funciona como quadrinhos. A maior parte do volume é tomada por Russel narrando sua vida em uma conferência. Esse recurso é, por sua vez, envolto pelos autores da graphic novel discutindo o texto e explicando as idéias do filósofo. O resultado é muito texto expositivo, que coloca as imagens em último plano - um problema comum dos "quadrinhos de idéias".
Rê Bordosa: vida, criação e morte em stop-motion.
Uma pequena amostra do trabalho da Sterling Cooper.

15.3.10

O iPad e outros e-readers estão sugerindo a volta de algo muito parecido com os cd-roms. Sendo muito otimista, posso até lembrar de The Diamond Age.
Fios já não são necessários para transmitir dados. Em breve poderemos ter energia elétrica wireless.

10.3.10

O Livro dos Sere Imaginários - aqui em versão ilustrada - é um precursor cabeça do Monster Manual de D&D. (Obrigado, Fábio)
Algumas idéias do que fazer se você for a última pessoa no mundo. Muitaas são fantasiosas demais, outras pessimistas e pouco práticas, mas vale a pena dar uma olhada.
Conforme a tecnologia avança e os hábitos mudam, muitas profissões se tornam obsoletas.
Eye Candy: 365 dias de colagens.
Em 1975, a União Soviética fez sua primeira viagem à Lua - segundo uma peça de propaganda de 1955.
Apesar de horrorosos, esses anúncios publicados na Wired nos anos 90 me enchem de nostalgia.

9.3.10

Ao mesmo tempo que queria ter um apartamento enorme com espaço para organizar minha biblioteca, ter um escritório e receber gente, eu queria morar num espaço bem menor e me livrar de um bocado de bagagem. Infelizmente não é possível.
Aprenda a cuidar melhor das suas roupas.

8.3.10

Se você está triste porque não pode fugir para o Japão e se afogar em sushi e mangá, concentre-se no lado ruim de viver por lá.

6.3.10

Tim Burton's Alice in Wonderland (Disney) represents the confluence of a number of depressing cinematic trends: the need to ransack classic children's literature for ideas, the unimaginative layering of 3-D technology onto a visual universe that would look just fine without it, and the belief that slathering familiar storylines with a superficial gloss of Gothic "darkness" constitutes a substantial reinterpretation.

5.3.10

Na época em que discutia conceitualmente o hipertexto, Fogo Pálido era freqüentemente citada como uma obra que exemplificava perfeitamente o funcionamento de um. Finalmente alguém deixou de preguiça e automatizou o troço.
Eye Candy: Astronautas
Philip Bond desenhando astronautas. Aproveite e explore o resto do Planet Bond.
Cory Doctorow fala dos erros mais comuns ao prever o futuro.
Uma viciada tenta passar uma semana sem livros.
A bola de cristal da estatística aponta Bastardos Inglórios para o Oscar de melhor filme.

4.3.10

Você já deve ter visto. Se não viu, é obrigatório: o Porra, Maurício! seleciona algumas das muitas bizarrices em 50 anos de Turma da Mônica.
Já passou da hora de enfrentarmos o problema do alcoolismo entre os macacos.

1.3.10

Eu quero acreditar que esses steampunks brasileiros citaram o quadrinho e o repórter entendeu o filme dA Liga Extraordinária. É, foi isso.
Entre todas as doenças mentais, a depressão é desproporcionalmente presente. Seria um sinal de que ela tem um benefício evolutivo?

24.2.10

Lendas urbanas do Japão da Era Meiji, o período de abertura do país.
Uma pesquisa internacional indica que os consumidores estão vagamente interessados em pagar por conteúdo, mas ele precisa 1) ser "melhor" e 2) poder ser partilhado depois da compra, como produtos físicos.

(Eu acho que "melhor" quer dizer "específico aos meus interesses". As chances de haver conteúdo melhor do que você está lendo gratuito na Web são enormes, mas temos preguiça de procurar.)

23.2.10

Você que é indie e gosta de deixar tudo mais difícil precisa pagar caro num walkman vintage para ouvir música só em fitas, que têm muito mais espírito que cds e mp3. (Dizer que o som delas é melhor é exagero. Evite.)
Eu me juntaria ao Clube da Tautologia se eu me juntasse ao Clube da Tautologia.
Um grupo de pediatras americanos quer prejudicar o processo de seleção natural e redesenhar a salsicha e outras comidas para que crianças não engasguem.

21.2.10

Uma lista de drogas que você nunca vai tomar.
Uma escritora alemã (de dezessete anos) enfiou trechos e até uma página inteira de outros textos em seu romance de estréia. Em vez de só se desculpar, ela não usou a desculpa de plágio acidental, mas desprezou o conceito de originalidade.

Obviamente, gente mais velha não aprova. Esse texto na New Yorker comparou o remix da autora ao plágio acadêmico - equivocadamente, por sinal. Mas, no fim das contas a jornalista deixa claro que o problema é dinheiro - que alguém foi roubado.

Suponhamos, entao que a jovem autora tivesse colado páginas dA Odisséia. O texto é de domínio público, certo? Todo mundo pode usar como quiser. Eu posso escolher trechos, transformar diálogos e cenários até deixar irreconhecíveis - ou, pelo contrario, filmá-los "fielmente" o livro - e tudo certo. Eu poderia pegar e enfiar uma página no meio do meu romance sem citar original?

Eu acho que sim. Aliás, do mesmo modo não me importo que ela tenha "montado" seu romance a partir de outros. A música eletrônica e o hip-hop sampleiam o tempo todo e são provas de que é possível originalidade e necessária originalidade para criar resultados muito diferentes do original.

Acho que enxergamos algum problema nessa cópia em especial mais por tradição que por algum motivo em si. Sem dúvida a jovem autora alemã se poupasse de muita enchećão de saco se tivesse colocado na página de agradecimentos algo do tipo "em eterna divida aos 'lista de copiados'". Claro que isso não resolveria a questão conceitual - ou resolveria? Os textos estariam atribuídos - mas seria considerado mais correto.

Mas, copiando uma linha ou páginas, considero que ela criou algo novo. Afinal, arte é questão de contexto, como alguém já disse há muito tempo.
I’m sort of inured to pain by this point. Anesthetic is illegal for people like me, so we learn to live without it; I’ve made scalpel incisions in my hands, pushed five-millimeter diameter needles through my skin, and once used a vegetable knife to carve a cavity into the tip of my index finger. I’m an idiot, but I’m an idiot working in the name of progress: I’m Lepht Anonym, scrapheap transhumanist. I work with what I can get.

19.2.10

As brincadeiras dos canídeos sugerem fortemente que eles são seres morais
Um dos meus memes preferidos acaba de circunavegar o globo: Hitler num vídeo sobre fazer um vídeo com Hitler.

18.2.10

Você conhece o tradutor do Google. Prepare-se para sua versão futura.
And yet there is and will always be some beauty in books. And there will always be people who appreciate that beauty. Even if books eventually become the province of collectors and the peculiar few who fetishize them as objects, there will be attractive qualities to them.

17.2.10

Os 75 homens mais bem-vestidos de todos os tempos - com uma leve queda para o século XX. As apresentações - "Sean Connery, Scotsman", "Woody Allen, neurotic" - são ótimas.
O ilustrador Graham Annable criou uma série com suas memórias de Lost.
Porque eu como produtos vencidos.

13.2.10

Em One Button Bob, você controla tudo com um botão do mouse.
Graduate school may be about the "disinterested pursuit of learning" for some privileged people. But for most of us, graduate school in the humanities is about the implicit promise of the life of a middle-class professional, about being respected, about not hating your job and wasting your life. That dream is long gone in academe for almost everyone entering it now.
Perguntas idioas para Beuce Sterling - e uma palestra dele em vídeo.
Um ótimo texto sobre bioética, suas origens, papel e limites.
Eye Candy: Grandes cartazes de filmes da década passada.
Por algum motivo, a Espanha nunca esteve na minha lista de prioridades para visitar. Agora que o El Buli vai fechar, então...

10.2.10

I think records were just a little bubble through time and those who made a living from them for a while were lucky. There is no reason why anyone should have made so much money from selling records except that everything was right for this period of time. I always knew it would run out sooner or later. It couldn't last, and now it's running out. I don't particularly care that it is and like the way things are going. The record age was just a blip. It was a bit like if you had a source of whale blubber in the 1840s and it could be used as fuel. Before gas came along, if you traded in whale blubber, you were the richest man on Earth. Then gas came along and you'd be stuck with your whale blubber. Sorry mate – history's moving along. Recorded music equals whale blubber. Eventually, something else will replace it.
Como é feita uma capa da New Yorker.
O pessoal da Foreign Policy andou lendo romances cyberpunks além da conta e prevê que o futuro vai ser uma espécie de nova Idade Média.
Todos os filtros do Photoshop, em seqüência.

9.2.10

U900 é o nome de uma dupla de ukulele japonesa que escolheu dois bichinhos de crochê como seus avatares.
O Trocando Livros é um site onde você cadastra livros que quer trocar. A cada vez que você envia um livro que alguém pediu, você ganha um crédito para pedir outro livro. Não sei se seu estou muito chatinho, mas há pouca coisa boa no site. Eu já enviei três livros, mas só pedi um até agora - e ainda não recebi. Para quem gosta de best sellers, é uma boa.
Em março vai ter Andy Warhol na Pinacoteca, em São Paulo.

7.2.10

NA época do Natal, aparecem por aí panetones para cachorro. Eu fiquei curioso para experimentar, mas não como comida de bicho desde que tentai experimentar uma ração para gatos e quase morri de ânsias. Mas alguém fez isso por mim.

3.2.10

Enfeiar atrizes bonitas é uma tática manjada para tentar um Oscar.
Outro dia em descobri que tem gente que nunca leu O Menino Maluquinhos. É fácil remediar essa imensa falha de caráter com a versão on-line.
Uma visão de São Paulo em 1943.
A experiência de que o tempo passa mais rápido conforme envelhecemos é universal. Hipóteses a respeito do motivo ainda são incipientes.

2.2.10

How much information do you eat? Some guy from my ISP phoned me earlier -- thereby buggering the afternoon's work, and therein lies a link -- to ask nicely if they could upgrade my broadband and take over my landline telephone provision for a small increase in my monthly fee. He then asked me something that actually stopped me dead for a moment. He asked me how much I download, on average. And I found that I had no idea.
Steven Johnson comenta o iPad, seus defeitos e a estratégia da Apple.
Quinze centímetros menores que seus vizinhos do Sul, os habitantes da Coréia do Norte se vêem como uma raça pura.

31.1.10

Trechos do diário de Brian Eno,um dos artistas mais perspicazes que conheço.

29.1.10

Você contrataria este homem para trabalhar em seus cercos e campanhas militares?

27.1.10

Segundo uma empresa que vende segurança para donos de copyright, o mercado de livros pede 3 bilhões de dólares anualmente para a pirataria. As reflexões de um pirata de livros mostram que não é bem assim.
Asas do Desejo, vinte anos depois, continua um grande filme.
Dois exemplos de evolução na mesma espécie: o surgimento dos cachorros e as mudanças dos cães de rua em Moscou.

13.1.10

Imagine se livrar - vender, destruir, queimar - suas posses mais importantes. Como você se sentiria? Três artistas que fizeram isso falam a respeito.
Departamento de Aquisições





11.1.10

Desde que ele morreu, em 1997, o apartamento de William Burroughs é mantido como estava. Um fotógrafo fez imagens dos objetos que estão lá.

9.1.10

Os economistas não são pão-duros. Eles simplesmente se preocupam com a perda de eficiência.
It seems to me that the best way to instantly raise your standard of living is to live in the past. If you subsist entirely on two-year-old entertainment, and the corresponding two-year-old technology used to power it, you’re cutting your fun budget in half, freeing up that money for more exciting expenditures like parking meters and postage.
Essa cena de O Enigma da Pirâmide tem o primeiro personagem de computação gráfica da história do cinema.

8.1.10

Cientistas dizem que os golfinhos são tão inteligentes que devem ser considerados pessoas não-humanas.